O segredo mal guardado dos Suíços

Birchermus, birchermüesli ou simplesmente bircher. Assim é chamado o pequeno-almoço preferido por muitos, por este mundo fora. Não espero que seja o vosso preferido, também não é o meu. Não quer isto dizer que não seja maravilhoso e/ou não mereça ser partilhado. Aliás, admito, é dos pequenos-almoços que repito 1 ou 2 vezes por semana.

A palavra birchermüesli resulta da união de duas palavras: Bircher, o nome do criador desta receita (o médico Suíço Maximilian Oskar Bircher-Benner) e müesli, termo suíço-alemão que deriva da palavra germânica mus (puré, compota).

Vá, sentem-se à mesa comigo que eu conto-vos mais…

Defensor de ideias bastante revolucionárias para a época, diz-se que o Dr. Bircher-Benner acreditava que o consumo de alguns alimentos no seu estado natural (crus) e o contacto das pessoas com o exterior teriam um impacto muito positivo na prevenção e (até) eventual cura de algumas doenças. Inspirando-se na dieta e forma de vida dos que viviam nos Alpes suíços, criou aquela que viria a ser a primeira receita de birchermüesli.

A receita original tinha como base a combinação de flocos de aveia; leite condensado açucarado; sumo de limão; maçã ralada e frutos secos (nozes ou amêndoas).

Hoje em dia a receita de Birchermüesli ainda se mantém fiel aos seus traços originais, continuando a ter como ingredientes principais os cereais, a fruta e o leite. No entanto, muito mais abrangente, porque para muitos de nós a escolha é muita, existem 1001 combinações possíveis para este pequeno-almoço tão simples, saboroso e nutritivo.

Seja na escolha de 1 ou vários tipos de cereais / grãos / frutos secos / frutas frescas / leite (de vaca ou vegetal) e seus derivados, bem como no tipo de adoçante, não há limites quando alguém prepara o seu birchermüesli – excepto, claro, o da capacidade da taça!

Esta é a minha versão de Inverno preferida: com um toque de canela, baunilha e clementina.

Birchermüesli de Pêra, Canela & Clementina.

Fase 1 –  A preparar na véspera

Ingredientes para 2 pessoas:
120gr de mistura de 5 cereais
1 pitada de baunilha em pó
1 pitada de canela em pó
225ml de leite
1 c. de chá de sumo de limão
2 c. de sopa de iogurte natural / crème fraiche/ sour cream
1 a 2 c. de sopa de maple syrup (ou outro)

Modo de preparação:

Coloque todos os ingredientes num recipiente que feche bem. Misture tudo e leve ao frigorífico durante toda a noite.

Fase 2 – Ao pequeno-almoço

Ingredientes para 2 pessoas:
2 peras médias
1 a 2 c. de sopa de avelãs tostadas
1 pitada de canela
1 a 2 c. de sopa de mel
2 c. de sopa de arandos desidratados
1 clementina

Modo de preparação:

Comece por tostar as avelãs numa frigideira. Assim que prontas, pique grosseiramente e reserve.

Corte uma das peras aos pedaços (ou meias luas). Numa frigideira antiaderente, coloque as peras ao lume e deixe cozinhar um pouco. De seguida, junte um pouco de mel e deixe caramelizar. Polvilhe um pouco de canela sobre as peras e envolva suavemente.

Retire a mistura de cereais do frigorífico e misture 1 pêra ralada, com casca. Sirva individualmente as doses de birchermüesli e coloque no topo uma porção de pêra assada, arandos picados e avelãs.  Termine com uma pitada de canela, algumas raspas de clementina e (dependendo do grau de gulodice) um pouco do xarope que ficou no fundo da frigideira usada para caramelizar a pêra. Sirva de imediato, para poder usufruir da combinação de todos os diferentes sabores e texturas.

Bom pequeno-almoço para todos, um excelente Domingo e obrigada por continuarem por aqui comigo.

A propósito, o meu pequeno-almoço preferido continua a ser uma bela torrada com manteiga e uma enorme chávena de café a fervilhar – especialmente se for a mistura de café da loja da minha tia Teresa.

Claro que umas panquecas com syrup também me deixam muito feliz!

0 comments on “O segredo mal guardado dos SuíçosAdd yours →

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.