A fiel empada de Chaves

Muitas das receitas que sigo, sem remendos nem invenções, são as receitas que o meu pai sempre nos fez lá em casa. Depois das muitas horas que passei a observá-lo na cozinha, durante a minha infância e juventude, tenho muito orgulho em dizer que ele é o meu contacto n.1, no que toca a conselhos gastronómicos.

Para além de cozinhar maravilhosamente, quase todos os pratos que o meu pai faz vêm acompanhados de histórias, reais ou fictícias, que nos foram ficando na memória. Eventualmente, este era o truque que ele usava para nos motivar a ficar por ali, a fazer companhia, a aprender e, mais tarde, a ajudar.  Tenho a dizer que comigo funcionou na perfeição!

Hoje é frequente dar por mim, telefone na mão, a pedir ao meu pai pormenores das histórias e dos ingredientes, para que as receitas se mantenham fieis às minhas memórias.

A receita que vos trago hoje não foge à regra. Desta empada, dizia-nos que era igual à que comia em Chaves, nos tempos da tropa. O segredo estava na carne bem estufada, com pouco molho, e na camada de mostarda com que a barrava, quando disposta sobre a massa. A história ganhava cor quando nos dizia que, daqueles tempos, ainda guardava as suas botas, impecavelmente estimadas, lá em cima no sótão.

De ouvir e observar, passei um dia a ter a tarefa de cortar o pimento assado. As tiras tinham de ser cortadas finamente, para poderem cobrir toda a superfície da empada. Questiono-me se é por causa desta receita que ainda hoje me fascina assar pimentos em casa.

Empada de Carne de Chaves

 (estilo Empanada Galega)

Ingredientes para a massa (para 4 a 6 pessoas):
500gr de farinha de trigo
25gr de fermento de padeiro
50gr de margarina à temp. ambiente
90 ml de azeite
60ml de leite
50ml de vinho branco
1 c. de chá de açúcar
1 c. de chá de pimentão doce
sal qb
1 ovo

Modo de preparação:
Comece por desfazer o fermento de padeiro num pouco de água morna. Adicione todos os ingredientes secos e faça uma espécie de cova no meio onde pode colocar, de seguida, todos os restantes ingredientes. Envolva tudo com a ajuda de um garfo e, assim que misturado, amasse ligeiramente. Quando a massa estiver homogénea e se descolar bem das mãos, forme uma bola e reserve.

Deite um pequeno fio de azeite no fundo da taça, coloque sobre ele a bola de massa e cubra com película aderente. Deixe levedar durante uma hora, num sítio quente.

Ingredientes para o recheio:
1kg de carne de vaca para estufar
2 cebolas médias
2 a 3 dentes de alho
1 folha de louro
2 latas pequenas de tomate pelado picado
sal e pimenta qb
azeite qb
100ml de vinho branco
100ml de água
1 c. chá de açúcar
2 pimentos vermelhos para assar (ou já assados, de compra, se preferir)
mostarda tradicional qb

Modo de preparação:
Comece por cortar a carne aos cubos, selando-a depois num pouco de azeite, para que fique bem suculenta.

Assim que esteja bem selada, junte a folha de louro, as cebolas e os alhos picados e leve de novo ao lume, para que cozinhem um pouco. Tempere com sal e pimenta e junte os restantes ingredientes, envolvendo tudo muito bem. Deixe a carne cozinhar até que fique bem suave e consiga desfazer ligeiramente com a colher.

Opção 1 – Se tiver pressa, estufe a carne na panela de pressão.

Opção 2 – Se quiser obter um sabor ainda mais especial, cozinhe a carne no forno, lentamente. A minha esteve 1h30min no forno, pré-aquecido, a 180°.

(fotografias da carne antes de ir ao forno, ao fim de 45 minutos, ao fim de 1h30 e levemente desfeita com a colher)

Se optou pela 2, aproveite o forno quente e asse os pimentos vermelhos. Assim que prontos, pele-os e corte às tiras finas. Reserve até à hora de decorar a empada.

Depois da carne pronta e ligeiramente arrefecida, estique a massa num tabuleiro forrado a papel vegetal. Disponha a carne por cima da massa, tendo o cuidado de não colocar muito molho.

Assim que a carne esteja bem distribuída, barre toda a superfície com uma quantidade generosa de mostarda, tiras finas de pimento vermelho e novamente massa. Deixe a empada descansar durante 20 minutos, enquanto prepara as decorações com a massa que sobrou.

Decore a empada a gosto, pincelando por fim com um pouco de ovo batido. Faça pequenos furos no centro da tarte e leve ao forno, a 180°, durante cerca de 30min.  Deixe arrefecer um pouco antes de servir.

Acompanhe com uma simples salada verde.

Como esta é mais uma receita que me é muito querida, sei que sou suspeita (e pouco modesta) quando digo que ficou maravilhosa – fica sempre, acreditem, é daquelas receitas que sai sempre bem. Aconselho vivamente esta empada, especialmente se a quiserem comer apenas no dia a seguir, num picnic, por exemplo.

Mais uma vez, obrigada por continuarem por aqui comigo.

Até breve!

0 comments on “A fiel empada de ChavesAdd yours →

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove